< Voltar Aterro sanitário

Aterro sanitário é solução para resíduos sólidos

Depósito de lixo não reciclável, o aterro sanitário deve ser construído e administrado de forma adequada para garantir que não haja contaminação do meio ambiente.

Com o crescimento da população e da indústria, é produzida, diariamente, uma grande quantidade de lixo. No Brasil, esse número é de 250 mil toneladas por dia, sendo que 53% tem como destino o aterro sanitário. Para que este cumpra seu dever de proteger o meio ambiente e a saúde pública, é preciso que uma empresa especializada e qualificada seja responsável pela sua construção e administração.

O que é um aterro sanitário?

O aterro sanitário é onde o lixo que não pode ser reciclado é descartado. Esse lixo não reciclável, quando em decomposição gera chorume, um líquido que contamina o solo e os lençóis freáticos, que emite gás metano (prejudicial para a camada de ozônio). Quando o aterro sanitário é construído e mantido de forma correta, esse gás pode ser utilizado em usinas para produzir energia elétrica.

Por isso, o lixo não reciclável deve ser encaminhado para tratamento e então, ser depositado em um aterro sanitário construído especialmente para recebê-lo, se decompondo sem comprometer o meio ambiente.

Para a instalação de um aterro sanitário, é preciso levar em consideração uma série de fatores. Um aterro sanitário regular deve respeitar as distâncias ideais se 500m de rodovias, 1km dos núcleos residenciais ao entorno, 10 a 15km do centro de geração do lixo que, no caso é a cidade, e 20km dos aeroportos.

Além disso, entre outras medidas para que seja construído um aterro sanitário adequado, é preciso que o solo seja impermeável e com alta capacidade de suporte, que contenha uma vegetação de pasto ou similar e que a distância do lençol freático seja acima de 3m. A área em que será instalado o aterro deve ser do município e com acesso pavimentado.

Tendo essas características, o terreno é escavado e preparado para receber grande quantidade de resíduos sólidos que posteriormente são cobertos com terra, formando um aterro sanitário, que tem 20 anos de vida útil.

A construção, operação e recuperação de aterros sanitários está entre os serviços da Sanetran, que está há 25 anos no mercado de gestão ambiental, buscando o melhor tratamento e direcionamento de resíduos não-recicláveis, sempre atenta à proteção do meio ambiente. Conheça mais esse e outros serviços no site.

Fontes:

http://www.brasil.gov.br/meio-ambiente/2012/04/aterros-sanitarios-protegem-meio-ambiente-de-contaminacao

http://www.jornaldeuberaba.com.br/cadernos/politica/31259/prefeitos-debatem-os-problemas-de-lixos-e-dos-aterros-sanitarios

http://www.suapesquisa.com/ecologiasaude/lixo.htm

 

< Voltar